Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Mais delinqüência intelectual

Há um site chamado Reduc (Rede Brasileira de Redução de Danos e Direitos Humanos) cujo objetivo, ao menos o declarado, é defender a tal política de redução de danos no caso das drogas. Lê-se lá sob o título “Drogas: um novo conceito” (segue como o original, incluindo o analfabetismo militante): Quando você pensa em drogas […]

Por Reinaldo Azevedo
Atualizado em 31 jul 2020, 22h23 - Publicado em 18 jun 2007, 19h01
Há um site chamado Reduc (Rede Brasileira de Redução de Danos e Direitos Humanos) cujo objetivo, ao menos o declarado, é defender a tal política de redução de danos no caso das drogas. Lê-se lá sob o título “Drogas: um novo conceito” (segue como o original, incluindo o analfabetismo militante):

Quando você pensa em drogas e em usuário de drogas o que lhe vem na cabeça? É algo terrível, embasado por anos de preconceito e visões limitantes? E se eu disser, que as terríveis “drogas” estão presentes no cafezinho que você toma e no chocolate que você mordisca? Você continuaria vendo as drogas por este prisma? Pois bem, todos este papo é para dizer o seguinte: para entender o que é REDUÇÃO DE DANOS, é preciso acima de tudo que você amplie sua visão sobre o que são as drogas, pois a desinformação e o pior, a informação deturpada anda causando mais danos por aí do que as “terríveis” drogas…

Voltei
Viram só? Todo o esforço é feito, nesse e em outros textos, para naturalizar o consumo de droga. Você já teve notícia de gente que tomou três cafezinhos, matou a família e foi ao cinema? Sabe de alguém que, depois de consumir uma barrona de chocalate, enfiou o trabuco na cara de uma mãe de família e sua criança no sinal de trânsito? É difícil ler o texto até o fim se você estiver longe do banheiro.

Na conclusão, afirma-se: “Agora sim: você entendeu um pouco do trabalho da Reduc. E esperamos que você tenha visto que há alguém atrás de todo usuário de drogas.”

Claro que há: o traficante!

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.