Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Ibope prova: Lula morreu, mas ainda não sabe

Resultado de pesquisa é muito ruim para o petista, mas, a estarem certos esses números, ninguém tem muita razão pra comemorar, ainda que dois candidatos da oposição apareçam com rejeição menor do que a de Lula e com potencial de voto maior: Marina e Aécio

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 30 jul 2020, 23h29 - Publicado em 22 fev 2016, 17h35

Como vocês já devem ter visto, o Estadão divulgou hoje uma pesquisa realizada pelo Instituto Ibope sobre as eleições presidenciais de 2018, com seis possíveis candidatos. E o destaque negativo é Lula. A rejeição ao ex-presidente disparou e ficou em 61%. Foi a única que cresceu desde outubro.

A dos demais listados, embora alta, são bem inferiores à do petista: a de Marina Silva (Rede), mesmo caindo oito pontos, é de 42%; a de Ciro Gomes (PDT) teve queda de sete, ficando em 45%; a de Geraldo Alckmin (PSDB) caiu cinco e está em 47%; e a dos também tucanos Aécio Neves e José Serra oscilou dois pontos para baixo, com 44% e 52%, respectivamente.

O levantamento mostrou ainda que Lula tem cada vez menos eleitores. Se a disputa fosse hoje, 19% dizem que votariam nele com certeza, e 14% considerariam essa hipótese. O potencial de voto é de 33%. O de Marina é de 43% (15% certos mais 28% possíveis); o de Aécio, 40% (15% mais 25%); o de Serra, 32% (8% mais 24%); o de Alckmin, 30% (23% mais 7%) e o de Ciro, 19% (4% mais 15%).

É evidente que o resultado é muito ruim para o petista, mas, a estarem certos esses números, ninguém tem muita razão pra comemorar, ainda que dois candidatos da oposição apareçam com rejeição menor do que a de Lula e com potencial de voto maior: Marina e Aécio.

Se tudo isso corresponder à verdade, está em curso um perigoso movimento de rejeição à política. E isso nunca resulta em coisa muito boa. Em tese ao menos, o sistema estaria sensível a aventureiros. Não é por acaso que, ainda que com margem estreita, Marina esteja em melhor situação. E, de todos os possíveis candidatos, ela é quem diz as coisas mais incompreensíveis.

É evidente que Lula está morto como candidato a presidente da República. Mas ainda está vivo como político e como indivíduo. Segundo o Ibope, 13% dos que respondem à pesquisa dizem que só votariam nele, fidelidade absoluta que é de 8% com Aécio e de 7% com Marina. Obviamente, esses números não elegem ninguém.

“Ah, mas Lula ainda pode influenciar…” Bem, pode. Parece-me, no entanto, que essa vantagem que resta ao petista é anulada pela brutal rejeição a seu nome.

O candidato Lula está morto.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês