Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Dilma foge de protesto: o que é possível e o que não é

A Folha informa que a presidente Dilma Rousseff cancelou um visita que faria hoje à usina termelétrica, movida a carvão, de Candiota 3, no Rio Grande do Sul. A equipe de “inteligência” descobriu que os ambientalistas preparavam um protesto, liderado pelo Greenpeace. Huuummm… Duas coisas. Uma: quando o Greenpeace está de um lado, eu costumo […]

Por Reinaldo Azevedo
Atualizado em 31 jul 2020, 13h01 - Publicado em 28 jan 2011, 14h57

A Folha informa que a presidente Dilma Rousseff cancelou um visita que faria hoje à usina termelétrica, movida a carvão, de Candiota 3, no Rio Grande do Sul. A equipe de “inteligência” descobriu que os ambientalistas preparavam um protesto, liderado pelo Greenpeace. Huuummm… Duas coisas.

Uma: quando o Greenpeace está de um lado, eu costumo estar de outro — nem que seja com Dilma Rousseff. A justificativa bucéfala desse movimento empresarial multinacional é que o carvão é poluente — não me digam! —, e Dilma defendeu energia limpa durante a campanha. Sendo assim, vamos explodir os postos de gasolina do mundo inteiro e cortar o aquecimento dos EUA e da Europa no suave inverno em que vivem por lá…

Outra coisa: O evento demonstra que Dilma, definitivamente, não é Lula. Ele tenderia a não cancelar nada e, uma vez lá, diante das bobagens ditas pelo Greenpeace, diria besteiras de própria lavra, mas com aquela, como dizer para adequar ao tema?, legitimidade telúrico-bronca que a tantos encanta. E os ambientalistas, provavelmente, perderiam o embate. Com Dilma é diferente. Bem ou mal, ela tem curso universitário, né?, o que fragiliza os governantes no Brasil… E tambem não tem aquele ar de “QUEM VIU A COISA DA FLORESTA”, de Marina Silva.

A estrutura do evento, informou a Folha, já estava pronta. Era prevista exibição da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre. Tinham sido convidadas 2.000 pessoas e diversos prefeitos… Meia-dúzia de “defensores da natureza” espantaram a presidente. Dilma não quer saber de embates públicos. Sua grande competência, por enquanto, está em ser clandestina.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.