Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Presidente do Conselho de Ética: ‘imunidade não é impunidade’

Juscelino Filho (DEM-MA) diz que colegiado volta a funcionar semana que vem

Por Evandro Éboli Atualizado em 17 fev 2021, 19h29 - Publicado em 17 fev 2021, 19h28

Com o devido cuidado para não demonstrar juízo de valor sobre o episódio envolvendo Daniel Silveira, o presidente do Conselho de Ética da Câmara, Juscelino Filho (DEM-MA), afirmou que aguarda o caso ser encaminhado para abrir o processo por quebra de decoro parlamentar.

Depois de um ano parado, o conselho volta a funcionar de forma híbrida – com reuniões virtuais e presenciais – na próxima semana.

Para Juscelino, um deputado não pode abusar da prerrogativa da imunidade de opinião que lhe é assegurada.

“Os parlamentares precisam ter responsabilidade com o que dizem e com o que fazem. Não se pode confundir imunidade parlamentar com impunidade. É preciso diferenciar uma coisa da outra”, disse Juscelino

Continua após a publicidade

Publicidade