Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Pacheco estabelece prazo para decidir sobre CPI do MEC, diz Randolfe

Senador afirma que oposição tenta combater estratégia de aliados de Bolsonaro, que pedem abertura de outras comissões para ofuscar investigação na Educação

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 29 jun 2022, 17h32 - Publicado em 29 jun 2022, 17h12

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) anunciou na tarde desta quarta-feira que Rodrigo Pacheco (PSD-MG) se comprometeu a analisar o pedido de abertura da CPI do MEC até a próxima semana, em 5 de julho.

Na última terça, parlamentares de oposição como o próprio Randolfe e Jean Paul Prates (PT-RN) protocolaram o requerimento de instalação da comissão.

Desta forma, caberá ao presidente do Senado a análise dos três requisitos constitucionais que determinam a abertura de uma CPI — fato determinado, número mínimo de assinaturas e tempo de certo de funcionamento –, os quais já estão reunidos, diz Randolfe.

Para o parlamentar, o maior “desafio”, a partir de agora, será contornar a estratégia de líderes governistas que pedem a abertura de outras comissões simultâneas como forma de ofuscar a CPI da MEC — como é o caso da CPI das Obras Inacabadas.

O senador ainda afastou qualquer possibilidade de se recorrer ao Supremo, neste momento. “Entendemos que não há necessidade de qualquer provocação ao STF. Saímos do encontro convencidos de que teremos CPI!”, declarou.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)