Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Os dez países que mais produzem ataques hackers no mundo

Brasil aparece pela primeira vez no ranking, em nono lugar; principal ameaça são os spams, responsáveis por metade das ofensivas

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 29 set 2021, 15h38 - Publicado em 29 set 2021, 15h30

Recém-lançado, o relatório de 2020 da NSFOCUS sobre cibersegurança não traz bons resultados para o Brasil. O país aparece pela primeira vez no ‘top 10’ das nações que mais realizaram ataques hackers no mundo, em nono lugar.

A lista é liderada pela China, com 66,5% das investidas. Na sequência, estão os Estados Unidos (18,4%), Índia e Japão (1,4%), Tailândia (1%), Rússia e Vietnã (0,8%) e, por fim, Alemanha, Brasil e Reino Unido (0,7%).

De forma geral, mais da metade (48,9%) dos ataques são os spams, geralmente na forma de e-mails indesejados que lotam a caixa de entrada. Em segundo, estão as botnets (30,1%).

Uma botnet, segundo o Avast, é uma rede de computadores infectados por softwares maliciosos e que podem ser controlados remotamente, obrigando-os a enviar spam e espalhar vírus.

André Mello, vice-presidente da NSFOCUS na América Latina, diz que o mercado de crimes cibernéticos tem crescido de forma expressiva nos últimos anos.

“Isso se deve ao aumento de equipamentos potencialmente vulneráveis conectados à internet (IoT), à sofisticação das técnicas de ataques e ao barateamento de recursos computacionais para geração de ofensivas”, diz.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês