Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

O possível conflito de interesses dentro da Liga do Futebol Brasileiro

Fundo dos Emirados Árabes Unidos que fez uma proposta bilionária para investir na Libra tem relações com o grupo City, que comprou o Bahia

Por Gustavo Maia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 5 dez 2022, 10h36 - Publicado em 5 dez 2022, 09h30

Os sócios do Bahia aprovaram neste sábado a venda da Sociedade Anônima do Futebol, a SAF, para o Grupo City, empresa proprietária do Manchester City.

Com a decisão, o time nordestino terá como dono um grupo que tem laços com o fundo Mubadala Capital, dos Emirados Árabes Unidos, que recentemente fez uma proposta de 5 bilhões de reais pela compra de 20% da Liga do Futebol Brasileiro.

A adesão do Bahia à Libra tem sido vista por alguns clubes como um possível conflito de interesse, já que o acionista de um membro poderia ter influência na própria liga.

Após a publicação desta nota, que foi corrigida, a assessoria do City Football Group informou que o Sheik Mansour Bin Zayed é o dono majoritário do grupo, como um investimento privado.

Já o Mubadala Investment Company (MIC) pertence ao governo de Abu Dhabi e “não tem laços de trabalho” com o Grupo City. “Elas são entidades inteiramente separadas e independentes”, informou o grupo, acrescentando que há uma “ligação circunstancial” no fato de o Sheik Mansour ser vice-presidente do fundo Mubadala, e o CEO do MIC (Khaldoon Al Mubarak) ser o presidente do Manchestery City e do City Football Group.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.