Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

O ocaso do ministro Márcio França no governo Lula

"Ele perdeu um ministério e ganhou um crachá pra dizer que ainda é ministro", comenta um aliado do PSB, seu partido

Por Gustavo Maia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 8 Maio 2024, 16h54 - Publicado em 14 jan 2024, 10h01

Exatos quatro meses depois de ser remanejado do Ministério de Portos e Aeroportos para o do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Márcio França anda meio sumido em Brasília.

“Ele perdeu um ministério e ganhou um crachá pra dizer que ainda é ministro”, comenta um aliado do PSB, partido do ex-governador de São Paulo.

Desde 13 de setembro, quando foi nomeado para comandar a nova pasta, a 39ª do governo Lula, França ainda não teve seu nome registrado na agenda oficial do presidente.

No final do ano, aliás, Lula autorizou o ministro a se afastar do cargo de 27 de dezembro a 8 de janeiro “para tratar de assuntos particulares” — também conhecido como férias.

O ato do aniversário dos ataques às sedes dos Três Poderes, realizado na última segunda-feira, é o único compromisso registrado na agenda oficial de França em quase um mês. Nesta sexta, ele esteve em João Pessoa, capital da Paraíba, para uma série de compromissos.

Continua após a publicidade

Na terça passada, o presidente recebeu no Palácio do Planalto o ex-deputado federal Décio Lima, diretor-presidente do Sebrae, principal parceiro da pasta comandada por França. Silvio Costa Filho, seu substituto no Ministério de Portos e Aeroportos, também participou do encontro.

A partir de 1º de fevereiro, com a saída de Flávio Dino da Justiça e Segurança Pública, o ministro será um dos dois únicos representantes do PSB na Esplanada dos Ministérios — o outro é o vice-presidente Geraldo Alckmin, que comanda o de Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.