Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Melhor perder a vida do que perder a liberdade’, diz o ministro da Saúde

Visitantes terão que passar por quarentena ao entrar no Brasil; governo adota medida para seguir ignorando o passaporte da vacina

Por Robson Bonin 7 dez 2021, 18h04

Marcelo Queiroga, o ministro da Saúde do governo de Jair Bolsonaro, acaba de dar uma entrevista em que anuncia a adoção de uma quarentena para viajantes que vierem ao país a turismo.

A medida é uma forma de o governo driblar a adoção do passaporte da vacina, defendido pela Anvisa, como forma de evitar a explosão de casos de Covid-19 na esteira da nova variante Ômicron.

“Melhor perder a vida do que perder a liberdade”, diz o ministro da Saúde citando Jair Bolsonaro.

O ministro disse o que disse neste dia 7 de dezembro de 2021. Depois de mais de 600.000 brasileiros terem perdido a vida para a doença que o governo insiste em negligenciar.

 

Continua após a publicidade

Publicidade