Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Lula visita projeto de submarino nuclear no Rio de Janeiro

Parceria firmada em 2008 entre Brasil e França prevê a construção em Itaguaí de quatro submarinos convencionais e um de propulsão nuclear

Por Lucas Vettorazzo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 23 mar 2023, 08h30

O presidente Lula desembarca no Rio de Janeiro nesta quinta-feira para uma visita ao projeto ProSub, criado em 2008 por meio de uma parceria de transferência de tecnologia entre o Brasil e a França para a construção de quatro submarinos convencionais e um de propulsão nuclear em um estaleiro em Itaguaí, na região metropolitana do Estado. 

O submarino de propulsão nuclear utiliza uma tecnologia que o país ainda não domina. O modelo tem mais tempo de autonomia para rodar submerso do que os convencionais a diesel. A conclusão do submarino que se chamará “Álvaro Alberto” está prevista para 2029. Lula prometeu convidar o presidente da França, Emanuel Macron, para visitar o projeto no Rio, que é tocado pela Marinha.

O estaleiro que constrói os submarinos foi inaugurado em 2018, após atrasos provocados por suspeitas levantadas à época pela Operação Lava-Jato. Dos quatro submarinos convencionais previstos na parceria, dois já foram lançados ao mar ainda no governo de Jair Bolsonaro. O segundo submarino, chamado “Humaitá”, de propulsão diesel-elétrica, está no mar, mas em fase final de testes.

Lula descerrará a placa do submarino, após integrantes da Marinha atualizarem para o governo o status dos trabalhos. A visita será acompanhada pela embaixadora da França no Brasil, Brigitte Collet, e pelo ministro da Defesa, José Mucio. 

Na segunda parte da agenda no estado, Lula vai participar de dois eventos ligados ao setor cultural, na capital fluminense. À tarde, ele visitará as obras de reconstrução do Museu Nacional, destruído por um incêndio em 2018. No início da noite, vai assinar um decreto que define as regras e procedimentos gerais dos mecanismos de fomento cultural, como as leis Aldir Blanc e Paulo Gustavo e também a Lei Rouanet, na praça da Cinelândia, no centro da cidade. A agenda terá a presença da ministra da Cultura, Margareth Menezes, e do advogado-geral da União, Jorge Messias.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.