Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Licitação suspeita

O detalhe curioso do rolo na licitação da Anvisa foi o fato de a mesma concorrência vencida pela FJ, em 2008, ter sido utilizada por outros órgãos públicos para contratar a empresa de Jamil Elias Suaiden sem licitação. Utilizando o recurso de adesão à ata de preços da Anvisa, em setembro de 2009, dois meses […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 09h15 - Publicado em 26 mar 2012, 07h02

Câmara do DF usou ata da Anvisa para contrar FJ Produções sem licitação

O detalhe curioso do rolo na licitação da Anvisa foi o fato de a mesma concorrência vencida pela FJ, em 2008, ter sido utilizada por outros órgãos públicos para contratar a empresa de Jamil Elias Suaiden sem licitação.

Utilizando o recurso de adesão à ata de preços da Anvisa, em setembro de 2009, dois meses antes de surgir o escândalo do mensalão do DEM de Brasília, o presidente da Câmara Distrital, Leonardo Prudente (aquele flagrado em vídeo, na sala de Durval Barbosa, colocando dinheiro nas meias) fechou contrato de 1,1 milhão de reais com a FJ usando a ata da Anvisa.

Em novembro do mesmo ano, a Secretaria de Esportes do governo de José Roberto Arruda também usou a licitação para contratar a FJ. A empresa de Jamil recebeu 405 000 reais para organizar o 1º Viradão Esportivo do Distrito Federal. O edital publicado em 13 de novembro não deixou dúvidas: o presente contrato obedece aos termos da ata de registro de preços do pregão 32/2008 realizado pela Anvisa.

Em agosto de 2009, a própria Anvisa voltou a usar a ata para pagar mais 270 000 reais à FJ por quatro eventos da Anvisa. Segundo o deputado Fernando Francischini, que denunciou o fato ao TCU e à Procuradoria da República no DF, outros órgãos públicos também aderiram à ata suspeita.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês