Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Imbrochável? O dia em que Bolsonaro admitiu ter ‘caído’ na cama

'Quem nunca brochou está mentindo, pô', disse o presidente em 2011

Por Robson Bonin Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 13 set 2022, 09h32 - Publicado em 12 set 2022, 21h30

No último feriado de 7 de setembro, Jair Bolsonaro tornou-se assunto dentro e fora do país ao exaltar a própria virilidade no alto de um trio elétrico, durante um discurso para milhares de apoiadores na Esplanada dos Ministérios. Abraçado à primeira-dama Michelle, o presidente puxou o coro: “Imbrochável, imbrochável, imbrochável”.

O presidente pode ter esquecido a entrevista que concedeu a Playboy em 2011, mas a revista, ainda guardada por colecionadores, registra uma conversa com Bolsonaro que desmonta o “estilo durão” do presidente. Em termos atuais, o brado de “imbrochável” não passa de uma… fake news.

Em junho de 2011, Bolsonaro era um parlamentar do baixo clero da política muito aberto a falar sobre a própria vida sexual e seus preconceitos sobre sexualidade. Ele deu uma longa entrevista para a Playboy. Nela, falou de suas preferências no sexo “com uma mulher”, falou sobre regras na cama “entre quatro paredes”, a possibilidade de ganhar “uma dedada” da parceira durante o ato, deu opinião sobre sexo anal e falou sobre o trauma da primeira experiência num exame de próstata, aos 49 anos.

O presidente admitiu o desconforto, lembrou do tamanho da unha do médico, mas defendeu o procedimento. A revista questionou se Bolsonaro tinha medo do exame por receio de “gostar”. Bolsonaro não fugiu da resposta:

Continua após a publicidade

“Não, sou macho. Você violenta a tua formação, os teus princípios, mas sabe que aquilo é para ter uma vida sexual saudável. É constrangedor, mas, por favor, façam!”, disse Bolsonaro.

O presidente foi questionado se sexo era “importante” para ele. “Estou com 56 anos, e, sim, é importante. É lógico que a minha atividade sexual não é a mesma de quando eu tinha 20, 30 anos, mas ela existe, tanto que casei de novo (com Michelle, em 2008). Com o passar do tempo você fica ali em duas por semana, três por semana. E pode cair, né”, disse Bolsonaro.

A revista aproveitou a deixa: “Já caiu, deputado?”

Continua após a publicidade

“Lógico! Quem nunca brochou está mentindo, pô (Risos)”, admitiu Bolsonaro.

Leia o trecho da entrevista:

.
(Playboy/.)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.