Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Hacker da Vaza-Jato tenta usar o STF para anular condenação

Danilo Marques, um dos hackers da Vaza-Jato, tenta anular o caso nos tribunais usando falas furadas de comparsas sobre o tribunal

Por Robson Bonin Atualizado em 12 jun 2022, 14h09 - Publicado em 12 jun 2022, 18h01

Condenado pela Justiça, Danilo Marques, um dos hackers da Vaza-Jato, tenta anular o caso nos tribunais usando falas furadas da delação de Luiz Molição, o hacker que fechou um acordo para contar o que viu e ouviu de Walter Delgatti Neto, o líder do bando. No acordo, o hacker diz que Delgatti disse que “todos os ministros do STF” foram hackeados por ele.

Na delação, Molição diz que Delgatti também lhe contou sobre uma suposta conversa telefônica que teve com Gilmar Mendes. A PF confirmou que o bando tentou invadir os celulares dos ministros do STF, como o de Alexandre de Moraes, mas não encontrou nada sobre a tal conversa de Delgatti com Mendes. O ministro diz que ela não ocorreu e o relato da delação leva mesmo a crer que se trata de conversa fiada.

“Walter, teve um dia que ele falou que ligou para o Gilmar Mendes; que Gilmar Mendes estava voltando de Portugal; que Walter enviou os documentos para Gilmar Mendes; que, por ligação, o Gilmar Mendes afirmou: ‘muito bom que você me mandou, faz o teu dinheiro que depois eu arrumo umas doações’ (…); que tem mensagem do Walter falando sobre isso comigo”, disse Molição.

A defesa de Marques argumenta que o simples fato de o delator ter citado o STF e Mendes num depoimento já justificaria a incompetência da Justiça do Distrito Federal para ter condenado o hacker.

Marques, como se vê, deve seguir condenado.

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)