Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Correios suspendem novos contratos para e-Sedex

Franqueados dos Correios relatam que não conseguem mais fechar contratos para novos clientes do e-Sedex, produto de entregas voltado especificamente para o comércio eletrônico – e que, junto como o Sedex tradicional, responde por mais de 30% das receitas da companhia. Foi enviado um e-mail no fim da semana passada, informando sobre a suspensão de novas negociações. “Não sabemos ao […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 22h35 - Publicado em 3 jun 2016, 08h04
E-mail relatando suspensão

E-mail relatando suspensão

Franqueados dos Correios relatam que não conseguem mais fechar contratos para novos clientes do e-Sedex, produto de entregas voltado especificamente para o comércio eletrônico – e que, junto como o Sedex tradicional, responde por mais de 30% das receitas da companhia.

Foi enviado um e-mail no fim da semana passada, informando sobre a suspensão de novas negociações. “Não sabemos ao certo os detalhes dessa nova política comercial que está sendo adotado pelos Correios. Mais de 70% dos contratos prospectados para o e-commerce tiveram origem na rede franqueada”, diz Chamoun Hanna Joukeh, presidente da Associação Brasileira das Franquias Postais (Abrapost).

Procurados pela coluna, os Correios disseram que a suspensão foi temporária para ajustes e que a situação já está normalizada. Os franqueados, no entanto, dizem que a suspensão está mantida.

Continua após a publicidade

Publicidade