Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Contra a Google

A montadora de motos Dafra entrou com uma ação para tentar obrigar a Google a tornar mais rígidos os instrumentos de controle da publicação de vídeos no YouTube. A empresa foi à Justiça depois que explodiu na internet um vídeo ridicularizando uma campanha publicitária da Dafra, estrelada por Wagner Moura. O anúncio original tinha como slogan: […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 04h42 - Publicado em 8 jan 2014, 07h29
Batalha na Justiça

Batalha na Justiça

A montadora de motos Dafra entrou com uma ação para tentar obrigar a Google a tornar mais rígidos os instrumentos de controle da publicação de vídeos no YouTube. A empresa foi à Justiça depois que explodiu na internet um vídeo ridicularizando uma campanha publicitária da Dafra, estrelada por Wagner Moura.

O anúncio original tinha como slogan: “Dafra, você por cima”. Na paródia, um locutor com a voz semelhante à de Wagner Moura esculhambava a marca: “Dafra, você por cima da m…”. No primeiro momento, a montadora acionou o TJ/SP exigindo que o material fosse retirado do ar pelo YouTube.

Pediu ainda que a Google se comprometesse a filtrar previamente publicações nocivas à imagem da Dafra, impedindo a veiculação de novos vídeos e bloqueando as buscas no site. A Dafra queria ainda que usuário do YouTube, ao clicar no link da paródia, encontrasse uma mensagem alertando que a exibição do conteúdo difamatório é um ato ilícito.

O TJ/SP deferiu parcialmente os pleitos da Dafra, e o processo seguiu para o STJ. Os ministros reiteraram a necessidade de os vídeos saírem do alcance do público em 24 horas, mas entenderam que a Google não pode ser obrigada a utilizar uma mensagem determinada pela Dafra nem oferecer um controle prévio dos filmes postados no YouTube.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês