Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

A resposta de Lula sobre a necessidade de fazer uma reforma ministerial

Em mais uma entrevista, nesta sexta, o presidente disse estar satisfeito com seus ministros, mas que vai mudar as pessoas "a hora que precisar"

Por Gustavo Maia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 21 jun 2024, 18h21 - Publicado em 21 jun 2024, 11h35

Em Teresina nesta sexta-feira, o presidente Lula concedeu há pouco a sua terceira entrevista nesta semana, desta vez à Rádio Meio, do Piauí, e foi questionado se pretende fazer uma reforma ministerial, ao que respondeu que não vê “nenhuma necessidade” e que está satisfeito com seus ministros. Mas não descartou fazer mudanças no primeiro escalão do governo, na “hora que precisar”. E depois acrescentou o presidente da República “tem o poder de tirar e pôr a hora que a gente que ele quiser”.

“Eu não vejo nenhuma necessidade de fazer reforma ministerial. Eu estou satisfeito com meus ministros. Aliás, você sabia que só tem o Dom Pedro II e o Getúlio Vargas que têm mais experiência de presidir o Brasil do que eu? Então com a experiência que eu tenho, eu não preciso fazer nem reforma. A hora que eu precisar, eu vou mudar as pessoas, mas eu tô com um governo muito bom”, declarou.

“Você não tem noção da ajuda que me dão esses meninos que foram governadores de Estados e estão me ajudando no governo. Todos, todos. Muito competentes, muito competentes. E outros ministérios novos que estão começando agora. Eu não vejo necessidade agora, mas o presidente da República tem o poder de tirar e pôr a hora que a gente quiser. Mas eu acho que as coisas estão indo bem. A gente está na época da colheita, e nós vamos precisar de mais gente dentro e não de mais gente fora. E é por isso que eu estou muito tranquilo”, complementou o petista.

Lula está na capital piauiense para participar da cerimônia de encerramento da Caravana Federativa, atividade itinerante que visa aproximar órgãos federais de gestores municipais, e anunciar cessões de terrenos da União para o Estado.

Continua após a publicidade

O presidente continuou dizendo que já foi presidente outras vezes e nunca esteve “num momento de certeza com o Brasil” como tem agora.

“Quando eu vejo a imprensa falar ‘ah, o Brasil vai crescer um pouco mais, entretanto… Ah, porque não sei o que lá, entretanto’. Não existe a palavra ‘entretanto’. Nós vamos fazer acontecer nesse país, porque é necessário que aconteça”, concluiu.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.