Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Olhares Olímpicos Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Rio 2016
O blog da redação de VEJA na Olimpíada
Continua após publicidade

Olimpíada sem luxo

Apesar da grande expectativa com a chegada de milionários aos Jogos, o mercado de aluguéis de iate terminou frustrado

Por Cecília Ritto Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 30 jul 2020, 22h04 - Publicado em 20 ago 2016, 11h14

A chegada de ricaços dispostos a despejar seus dólares na cidade olímpica era aguardada ansiosamente por quem trabalha com o setor de luxo no Rio de Janeiro.  Maike Schlegel, ex-co­missária de bordo da primeira classe da Varig que há dezesseis anos aluga iates para empresários e celebridades, não esconde a decepção. Poucas semanas antes da Olimpíada, dois clientes desistiram – um deles um dono de banco norte-americano – sob a alegação de que estavam com medo do vírus da Zika. Ela não revela quem são porque, nesse mercado, resguardar nomes é praticamente lei. Um chefe de estado europeu que havia marcado um passeio pela Baía de Guanabara cancelou e foi embora mais cedo.

Maike tem em seu histórico de passeios pelas águas cariocas as cantoras Rihanna e Jennifer Lopez e o ator Tommy Lee Jones. Desta vez, das poucas estrelas presentes, fora os atletas, nenhuma quis navegar nos iates de 90, 100 e 120 pés. Os que embarcaram eram convidados de alguma empresa e só puderam fazer o percurso de ida e volta da Marina da Glória ao Pão de Açúcar  até no máximo  11h, para não atrapalhar a competição de vela. “Ficou muito aquém da expectativa. As lanchas permaneceram paradas e a baía estava suja. Os que foram passear criticaram o volume de preservativos, absorventes e objetos de plásticos boiando na água”, diz Maike.


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.