Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

O Som e a Fúria Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Felipe Branco Cruz
Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal
Continua após publicidade

A dor de cabeça causada pela inteligência artificial às grandes gravadoras

As empresas estão enviando "avisos de remoção" das músicas criadas por IA e hospedadas nos serviços de streaming

Por Felipe Branco Cruz Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 26 out 2023, 09h28 - Publicado em 18 Maio 2023, 12h08

Três grandes grupos de gravadoras estão em conversas com os grandes serviços de streaming de música para encontrar uma maneira de fazer com que eles removam gravações com vocais de artistas famosos gerados por inteligência artificial. Segundo uma reportagem da revista Billboard, a proposta funcionaria de maneira bastante semelhante ao Digital Millennium Copyright Act (DMCA), porém, em vez de tratar de direitos autorais, trataria de violações de direitos de publicidade.

Aprovado em 1998, o DMCA dá aos serviços online um “porto seguro” a violação de direitos autorais. Ou seja, se algum usuário postar na plataforma alguma obra protegida por direito autoral, a plataforma não será responsabilizada pela hospedagem, desde que remova o arquivo quando for notificada pelo detentor dos direitos autorais. Essa lei, no entanto, não se aplicaria à maioria das faixas criadas por inteligência artificial porque elas não infringem elementos protegidos por gravação, mas uma marca registrada.

Há uma diferença entre direito autoral e direito de publicidade. O direito autoral pode pertencer a uma empresa, como as grandes gravadoras, mas o direito de publicidade, quase sempre, pertence aos artistas. Porém, para complicar, o uso de vocais semelhantes para fins criativos pode, em alguns casos, ser protegido como liberdade de expressão.


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.