Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Noblat Por Coluna O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sobre Lula

Siga a Lei com fortitude, Lula.

Por Maria Helena RR de Sousa 6 abr 2018, 14h01

Escrevo com a sensação de que antes de colocar um ponto final em meu texto, este já está defasado. Não é uma sensação boa.

Mas uma sensação pior tomou conta de mim: a de que se não escrevesse hoje, estaria sendo covarde. Explico: então só escrevo quando é fácil escrever? Quando o assunto está complicado, eu fujo da raia?

Não gostei de me sentir assim e por isso cá estou.

Lula vai se entregar? Espero que sim. Tomara que ele não ouça aqueles que insistem para que ele não se apresente e sofra a busca da PF, o que faria dele uma pobre vítima da Justiça. Isso é tudo que o PT quer e é tudo que Lula não precisa!

Lula é, disso estou convencida, vítima de si mesmo. Se continuasse a ser o Lula militante, o fundador do PT, e se dedicasse a cumprir o que prometia em seus palanques, poderia ainda ocupar a posição de maior líder popular que este país conheceu. Se não se deixasse vencer por maus conselheiros, pelo amor ao Poder e pela ganância, isso é o que teria acontecido.

Mas ele se perdeu no caminho.

Agora, diante da decisão do plenário do STF em lhe negar o habeas corpus e da decretação de sua prisão, corre novamente o risco de ouvir maus conselheiros.

Continua após a publicidade

Se ele não cumprir a ordem do juiz Sergio Moro e se entregar até às 17 horas de hoje, 6 de abril, na sede da PF em Curitiba, vai errar de novo. Vai criar uma situação muito difícil para si mesmo e para o PT, partido que fundou e que está soterrando…

Os petistas querem fazer do Lula uma vítima do juiz Sergio Moro, mas se esquecem de registrar quantas vezes e por quantos juízes o ex-presidente foi condenado.

Sergio Moro foi muito claro em sua entrevista no programa Roda Viva quando disse, ao ser perguntado sobre o que faria se Lula pudesse ser preso: disse que, como juiz, só seguia a Lei, obedecia regras, seguia ordens. E foi o que fez. Ontem de madrugada, ao fim de uma longa sessão, o plenário do STF rejeitou o pedido de habeas corpus do Lula por 6X5. E o TRF4, de Porto Alegre, mal foi informado dessa decisão, fez ver ao juiz Sergio Moro que Lula já podia ser preso.

A legislação sobre prisão em 2ª instância pode vir a ser alterada. E no próprio Supremo. Vai depender de muitas coisas, inclusive dos advogados do ex-presidente. Ele que não se fie em palavras ocas. Que siga os bons advogados que puder contratar. Veja bem, Lula, os BONS advogados, saiba escolher…

Não me esqueço que o ex-presidente dizia que se fosse comprovada a sua culpa, ele iria a pé até Curitiba para se entregar. Não lhe pedimos tanto, afinal ele já é idoso. Mas gostaríamos que ele se convencesse que, para o Brasil, o fim da impunidade é uma benção. Ele tem família. Imagino que um país melhor é o que ele deseja a seus netos.

Siga a Lei com fortitude, Lula. Só assim seu nome voltará a ser grande como era quando você fundou o PT.

 

Maria Helena Rubinato Rodrigues de Sousa é professora e tradutora, escreve semanalmente para o Blog do Noblat desde agosto de 2005. http://www.facebook.com/mhrrs 

Continua após a publicidade

Publicidade