Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Modo Avião

Por Tatiana Cunha
As dicas certeiras de turismo e os lugares incríveis do planeta para você planejar sua próxima viagem
Continua após publicidade

Quer viajar no Ano Novo? Prepare o bolso…

Que viajar no Ano Novo é bem mais caro do que durante o ano eu já sabia e acho que você também. Seja na hora de comprar passagens, de reservar o hotel ou até estacionar o carro na praia. Tudo fica mais caro. Mas pela primeira vez resolvi colocar na ponta do lápis esse aumento […]

Por Tatiana Cunha Atualizado em 30 jul 2020, 21h12 - Publicado em 30 nov 2016, 17h52

ipanema

Que viajar no Ano Novo é bem mais caro do que durante o ano eu já sabia e acho que você também. Seja na hora de comprar passagens, de reservar o hotel ou até estacionar o carro na praia. Tudo fica mais caro.

Mas pela primeira vez resolvi colocar na ponta do lápis esse aumento para ver a diferença nas diárias de algumas das principais cidades de praia brasileiras. E o aumento, na maioria dos casos, é assustador.

Cheguei a encontrar hotéis que sobem mais de 2.500% o valor de suas diárias para a noite do dia 31 de dezembro. Sim, você leu certo. Eu não digitei um zero a mais, não. É 2.500% de aumento mesmo.

Claro que sempre há exceções e até achei alguns que mantém o preço mesmo na noite do Reveillon.

Continua após a publicidade

Antes de mais nada, quero deixar claro que este é um post meramente de curiosidade, não uma pesquisa de preços com base científica (quem sou eu para isso). Fiz a pesquisa da mesma maneira como você faria em casa. Escolhi dez cidades litorâneas do Brasil, de norte a sul, e pesquisei as diárias em duas datas: 5 de dezembro, antes do início da alta temporada, e 31 de dezembro, a noite da virada. Para cada cidade selecionei três hotéis diferentes, não necessariamente da mesma categoria, nem no mesmo bairro.

Pelo que observei, as cidades cujos aumentos são mais astronômicos são Ilhabela, em São Paulo, e Florianópolis, em Santa Catarina.

Foi na ilha paulista que achei o maior aumento da minha mini-pequisa. A diária em um dos hotéis passou de R$ 289,80 para R$ 7.776. Um aumento de nada menos que 2.583%. Mas achei também um que subiu “apenas” 100% sua tarifa no Reveillon: pulou de R$ 900 para R$ 1.800.

Florianópolis não fica muito atrás não. O maior aumento que encontrei foi de 2.183%, num hotel cuja diária foi de R$ 105,44 para R$ 2.407,72. Dentre os que pesquisei, o que mudou menos sua tarifa ficou nos 238% de reajuste (R$ 291,10 para R$ 984).

Continua após a publicidade

Conhecido por seu mais que concorrido Ano Novo, o Rio fica no meio do caminho. As diárias em Copacabana e região disparam na noite da virada, enquanto em bairros mais afastados da festa os preços não sobem tanto.

Na Barra encontrei um cuja diária pula de R$ 278,25 em dezembro para R$ 436,86 no dia 31, um aumento de 57%. Já em Copacabana esta diferença é bem maior. No hotel que pesquisei a tarifa vai de R$ 290,30 para R$ 3.307,50, o que equivale a 1039% de reajuste.

Mas nem todo o litoral brasileiro sofre com este problema durante as festas de final de ano. Na Ilha do Mel, no Paraná, por exemplo, achei dois hotéis cujas diárias se mantém exatamente iguais no início do mês e na noite de Ano Novo. Um de R$ 160 e outro de R$ 900.

Os preços em Vitória, no Espírito Santo, também não mudam de maneira tão assustadora como em boa parte do país. Dos hotéis que pesquisei, o que tem maior reajuste é de 53%. A tarifa sobe de R$ 250,43 para R$ 383,25.

Continua após a publicidade

Recife vem logo depois de Vitória na minha pesquisa informal. Dentre os locais que consultei, o maior aumento é de 115%, num hotel que vai de R$ 153,22 para R$ 329,72. Mas achei também um que praticamente não reajusta o preço de sua diária para a noite do dia 31. A tarifa pula de R$ 271,95 para R$ 285,60, um aumento de apenas 5%.

Nas outras quatro cidades que pesquisei, Salvador, Maceió, Fortaleza e João Pessoa, os reajustes são bem variados. Vão de 17% a 837%.

Na capital baiana o menor aumento é de 202% (R$ 480 para R$ 1.450). Já o maior é de 490% (R$ 198 para R$1.170). Em Maceió encontrei um hotel cuja diária varia de R$ 531 no início do mês para R$ 945 na última noite de dezembro (aumento de 78%). Mas achei também outro que vai de R$ 180 para R$ 950 (428%). Em João Pessoa o menor reajuste foi de 64% (a diária era R$ 360 e foi para R$ 590) e o maior, de 447% (R$ 325,80 para R$ 1.782).

Já Fortaleza teve uma variação bem grande nos hotéis que consultei. Enquanto um deles reajustou seu preço em apenas 17% ao subir de R$ 467,50 para R$ 550, achei um cuja tarifa saltou de R$ 192 para R$ 1.800, um aumento de 837%.

Continua após a publicidade

Moral da história: se você ainda não reservou um hotel para a virada do ano pesquise muito e busque opções alternativas, como cidades menos cobiçadas ou bairros mais afastados. Ou faça como eu e conte com a generosidade de um amigo que mora em uma cidade bacana para te receber no Ano Novo.

Aqui vocês encontram a tabela com os hotéis que pesquisei. Fiz a consulta no último dia 25, ou seja, os preços podem ter mudado e os quartos já se esgotado. E eles servem apenas como referências, ok?

hoteis-no-reveillon

 

 

 

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.