Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog
Continua após publicidade

STF decide pela prescrição de ação contra Ivo Cassol

Senador foi acusado de cometer crime contra a honra de um procurador da República, quando foi governador em Rondônia

Por Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 26 fev 2021, 12h41 - Publicado em 26 fev 2021, 12h40

O Supremo Tribunal Federal (STF) decretou, por 6 votos a 5, a prescrição de uma ação contra o senador Ivo Cassol (Progressistas-RO), oferecida pela Procuradoria Geral da República (PGR). Com isso, ele não poderá mais ser punido pela acusação. Cassol era suspeito de cometer um crime contra a honra de um membro do Ministério Público.

De acordo com denúncia, o parlamentar, quando era governador de Rondônia – entre 2007 e 2010 – teria dito que o procurador da República, Reginaldo Pereira da Trindade, era conivente com a extração ilegal de madeira e diamantes realizadas na Reserva Indígena Roosevelt. 

As ilações foram feitas em entrevistas coletivas e em programas de rádio e televisão durante seu mandato à frente do governo rondoniense. Na ação, a PGR afirmou que o então governador estaria interpretando a atuação do procurador de forma deturpada, ferindo sua honra.

No julgamento da ação no Supremo, o plenário decidiu pela prescrição do caso, seguindo o relator, ministro Marco Aurélio – vencidos os Ministros Roberto Barroso, Edson Fachin, Cármen Lúcia, Luiz Fux (Presidente) e Rosa Weber.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.