Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Matheus Leitão

Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog
Continua após publicidade

O recado de Lula para Bolsonaro no jantar com caciques do MDB

Entenda

Por Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 15 abr 2022, 08h44 - Publicado em 12 abr 2022, 12h05

Além de dizer que é mais cristão que Jair Bolsonaro, Lula afirmou a senadores nesta segunda, 11, que não fugirá de nenhum debate com o atual presidente, inclusive sobre corrupção.

Segundo relato de parlamentares à coluna, o ex-presidente afirmou que quer debater o tema com Bolsonaro na campanha para “provar” que os governos do PT foram mais honestos que o dele, o presidente da extrema direita.

De acordo com os presentes, Lula afirmou que “é muito fácil dizer que não tem corrupção”, mas sempre acabando com os mecanismos de controle e fiscalização.

Lula se referia ao fato de que, em seu governo, ele respeitou a lista tríplice para a Procuradoria-Geral da República e não conviveu com acusações em série sobre a tentativa de interferir na Polícia Federal. Não só acusações, o próprio Bolsonaro disse publicamente que queria trocar superintendentes da corporação nos estados.

Continua após a publicidade

O ex-presidente Lula teria definido ainda o orçamento secreto como o maior escândalo da história do país. Para Lula, só Bolsonaro abriria mão de governar, passando o governo para o Centrão.

RÚSSIA

As declarações de Lula não pararam por aí.

Continua após a publicidade

Após ouvir de um senador que a Ucrânia provocou a Rússia, Lula levantou e disse que Vladimir Putin estava errado. Segundo relato de senadores, o ex-presidente afirmou que “não se pode violentar a integridade territorial de outro país”.

De acordo com esses parlamentares, Lula parecia estar muito consciente do papel dele na eleição de 2022, em que a democracia está em jogo.

O petista disse que, se eleito, terá de reconstruir institucionalmente o país por causa dos ataques de Bolsonaro ao estado de direito.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.