Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

O que diz a pesquisa interna do PT sobre Lula e Bolsonaro

Saiba como está a disputa estado por estado...

Por Matheus Leitão Atualizado em 21 jun 2022, 10h07 - Publicado em 8 jun 2022, 20h00

A pesquisa de intenção de votos do Partido dos Trabalhadores, feita para a legenda acompanhar periodicamente o humor do eleitorado, revela que o presidente Lula passou a ter uma liderança mais homogênea em todo país.

Nos dados consolidados para o partido, Lula vence no primeiro turno com números semelhantes ao revelados pelo Datafolha e pela Genial/Quaest nos últimos dias – o primeiro instituto deu uma vitória com 54% dos votos válidos, e o segundo com 52,5%, sem a necessidade do 2º Turno.

Segundo o levantamento feito a pedido do PT, obtido pela coluna, Jair Bolsonaro ganha nos estados de Roraima, Rondônia, Acre, Santa Catarina e Distrito Federal.

Lula e Bolsonaro empatam em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Paraná. Nos outros 18 estados brasileiros – repito, 18 – o petista ganha a eleição.

Isso não acontecia antes – daí porque dizer que a liderança de Lula tem se tornado mais homogênea em todo o país, enquanto o Bolsonaro vai se isolando em pequenas ilhas, como nos estados de Roraima e Rondônia.

Outro dado importante do levantamento é o seguinte: entre os que recebem o Auxílio Brasil, programa social criado por Bolsonaro para chamar de seu, Lula ganha de lavada: a cada três beneficiados, dois votam no petista.

Logo que substituiu o Bolsa Família, o programa de transferência de renda criado por Bolsonaro fez com que o presidente começasse a se recuperar nas pesquisas. A realidade não é a mesma agora.

Por último, o levantamento mostra que os números em São Paulo estão iguais ao resultado do Brasil – ou seja, a mesma proporção de vitória de Lula, o que também foi comemorado na legenda.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)