Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Matheus Leitão

Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog
Continua após publicidade

O aperto de João Doria, FHC e Serra em Eduardo Leite

Ou… o que dizem em Brasília sobre o governador do Rio Grande do Sul 

Por Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 30 mar 2022, 22h01 - Publicado em 30 mar 2022, 12h26

O governador eleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, se perdeu.

Foi ouvir demais Aécio Neves e acabou isolado… exatamente como o próprio político mineiro está dentro do PSDB.

Vejam o que disseram um ex-presidente da República, um ex-governador de São Paulo e ex-ministro da Saúde, dois senadores, a família Covas… ufa… sobre a tentativa dele de passar a perna em João Doria e se viabilizar como candidato à presidência pelo partido.

O que disse Fernando Henrique Cardoso

Continua após a publicidade

“As prévias do PSDB foram realizadas democraticamente. Assim sendo, penso que devem ser respeitadas”.

O que disse José Serra

“Como democratas, optamos por um processo de votação interna no PSDB com candidatos qualificados à presidência. Agora, há que se respeitar o resultado das urnas. Estou de acordo com

Continua após a publicidade

FHC”.

O que disse Izalci Lucas 

“O PSDB foi único partido a realizar prévias para candidato à Presidência da República. Foi um processo democrático envolvendo dirigentes, parlamentares e ciliados de todo o país. Devemos respeitar o resultado, fruto da livre manifestação da maioria. É isso que nos fortalece”.

Continua após a publicidade

O que disse Mara Gabrilli 

“Estou de acordo com FHC e José Serra. Democracia também é respeitar as decisões e procedimentos adotados pelo próprio partido. O PSDB optou pelas prévias e todos participaram dela. Seu resultado deve ser mantido e respeitado”.

O que disse Renata Covas

Continua após a publicidade

“Não respeitar a democracia interna de um partido tem um preço. O que já se pergunta em Brasília é quem quer fazer alguma aliança com alguém assim, como Eduardo Leite”.

Pronto.

O governador do Rio Grande do Sul gerou uma revoada tucana contra ele pelo seu péssimo comportamento.

Continua após a publicidade

Não respeitar a democracia interna de um partido é o primeiro passo para não respeitar também a democracia brasileira.

O país está farto disso.

O que já se perguntam em Brasília é: quem irá fazer alguma aliança com alguém como Eduardo Leite… após seus últimos atos?

#prontofalei

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.