Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Matheus Leitão

Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog
Continua após publicidade

A nova proposta que tenta acabar com o comércio ilegal de ouro

Ou… um presente dado pelo Congresso na hora certa

Por Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 8 Maio 2024, 16h57 - Publicado em 11 jan 2024, 16h01

No final do ano passado, passou despercebida uma decisão importante da Comissão de Meio Ambiente do Senado. O colegiado aprovou o texto do PL 836 de 2021, de autoria do senador Fabiano Contarato. É uma proposta para tentar combater o comércio ilegal de ouro.

A reunião ministerial de terça-feira, 9, foi exatamente sobre esse tema: como combater o garimpo ilegal, e a tragédia social e ambiental que o crime tem provocado na Terra Indígena Yanomami. O desabafo do presidente Lula, inclusive, tem razão de ser. “Não é possível perder a guerra para ao garimpo ilegal”.

Há várias etapas para se enfrentar essa guerra. Uma é de fato a presença permanente do Estado, como foi decidido na reunião do Planalto.

Outra é fechar as brechas que permitiram esse crescimento tão grande do comércio de ouro ilegal, principalmente nos quatro anos do governo passado.

Continua após a publicidade

Para isso foram apresentados três projetos no Congresso para construir formas de rastrear o ouro para saber sua origem, e também criar normas que dificultem esse tráfico do ouro retirado criminosamente das terras indígenas. Um PL, mais antigo, da então deputada Joênia Wapichana. Depois Contarato também apresentou uma proposta. Por fim o governo apresentou no ano passado seu próprio PL, o 3025.

Pelo menos um andou, o do senador capixaba. Ele proíbe a comercialização de qualquer ouro retirado de terras indígenas e de unidades de conservação. E obriga as instituições que foram comercializar que comprovem que o ouro não saiu desses locais.

Agora, o PL deve ir para a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. Que o Congresso continue ajudando nessa guerra contra o crime do garimpo ilegal em terras indígenas.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.