Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Lula quer liberar as drogas’: o novo ataque bolsonarista ao PT

Vídeo foi divulgado pela deputada Carla Zambelli (PL-SP)

Por Da Redação 28 jun 2022, 11h33

Depois de circular insistentemente pelas suas redes sociais um vídeo no qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) diz que jovens roubam celulares para “vender, para ganhar um “dinheirinho”, em evento no qual ele falava sobre como a desigualdade social estimula a criminalidade, o bolsonarismo agora lançou mão de outra peça na qual tenta vender a ideia de que o petista vai “liberar as drogas”.

“O Lula quer liberar as drogas e os ‘meninos’ que forem presos por estarem com um baseado.  É isso que você quer para o futuro do Brasil?”, postou a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP), uma das principais militantes bolsonaristas nas redes sociais.

Ela publica um vídeo editado no qual o ex-presidente diz: “Como é que a gente vai tratar essa questão das drogas no país? Vai continuar tratando como um caso de polícia? A gente vai ver jovens, meninos negros e meninas, ou seja da periferia, porque é encontrado com um baseado e é preso e fica dois anos sem ter alguém para ir lá liberar essa criança?”, afirma.

As diretrizes gerais do programa da chapa Lula-Geraldo Alckmin para o governo não fala em “liberar as drogas”, como sugere Zambelli. O documento diz que o “país precisa de uma nova política sobre drogas, intersetorial e focada na redução de riscos, na prevenção, tratamento e assistência ao usuário”. “O atual modelo bélico de combate ao tráfico será substituído por estratégias de enfrentamento e desarticulação das organizações criminosas, baseadas em conhecimento e informação, com o fortalecimento da investigação e da inteligência”, propõe;.

No seu post, ao usar a palavra “meninos”, Zambelli também faz referência a uma frase recente de Lula durante um evento com apoiadores no qual ele diz que atuou para liberar os sequestradores do empresário Abilio Diniz em 1989 — ele usa a expressão “meninos” para se referir ao grupo, a maioria integrantes de grupos de esquerda da América Latina.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)