Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Letra de Médico

Orientações médicas e textos de saúde assinados por profissionais de primeira linha do Brasil
Continua após publicidade

A pandemia de Covid-19 não acabou

É necessária a transição cautelosa do modelo de vigilância, assistência e vacinação, levando em conta o risco do surgimento de novas ondas da doença

Por Renato Kfouri
Atualizado em 18 abr 2022, 19h53 - Publicado em 18 abr 2022, 14h01

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou no domingo 17 o  fim do estado de emergência sanitária nacional por causa da Covid-19, instituído em fevereiro de 2020. A decisão impacta em centenas de normas criadas durante a pandemia que possibilitaram o enfrentamento dessa emergência.

Essas normas regulamentaram o isolamento, a quarentena e a realização compulsória de exames médicos, a vigilância de fronteiras e a própria vacinação.

Além disso, as normativas permitiram o uso emergencial de vacinas e medicamentos e a obrigatoriedade da vacinação para frequentar alguns espaços públicos, o chamado passaporte vacinal.

Nesta mesma semana, na contramão da iniciativa brasileira, a Organização Mundial da Saúde orientou que os países mantivessem cautela nas tomadas de decisão neste momento, frente às incertezas epidemiológicas que cercam a doença.

É importante ressaltar que o fim dessas medidas não significa o fim da pandemia e que os cuidados preconizados devem ser mantidos.

Continua após a publicidade

Uma importante questão a ser enfrentada será o registro emergencial da vacina CoronaVac, que até o momento é a única vacina em uso no Brasil sem registro definitivo e deve ter sua situação reavaliada pela Anvisa e pelo ministério.

É necessária uma transição cautelosa do modelo de vigilância, de assistência e de vacinação, levando em conta, sempre, o risco do surgimento de novas ondas da doença.

Letra de Médico - Renato Kfouri
(./Divulgação)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.