Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Isabela Boscov

Por Coluna
Está sendo lançado, saiu faz tempo? É clássico, é curiosidade? Tanto faz: se passa em alguma tela, está valendo comentar. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Em “Alita: Anjo de Combate”, uma ciborgue irresistivelmente humana

Atuação cativante de Rosa Salazar e efeitos muitíssimo bem realizados somam pontos à ficção “young adult” do diretor Robert Rodriguez

Por Isabela Boscov 14 fev 2019, 16h15

Para deleite do Dr. Ido (Christoph Waltz), dentro da carcaça de ciborgue que ele encontrou no ferro-velho de sua metrópole pós-apocalíptica ainda existe um cérebro humano perfeito – e também delicado e inteligente, cheio de vivacidade e de curiosidade. Ido faz, então, o que sempre fez melhor: dá a essa garota sintética um corpo que faz jus às qualidades dela, e batiza-a de Alita. A única coisa que falta a Alita é a memória; ela não sabe quem é, de onde veio nem quando, ou o que fazia. Sabe apenas que adora estar viva, que o jovem Hugo (Keean Johnson) faz seu coração artificial bater mais forte, e que a cidade é uma fonte inesgotável de interesses – mas também de perigos, os quais, para sua surpresa, ela enfrenta com uma força e uma perícia para a luta que não demoram a atrair a atenção de oportunistas variados, na metrópole e acima dela, onde, em uma nave imensa, vive a inalcançável elite. Robert Rodriguez, de El Mariachi, Balada do Pistoleiro e Sin City, tem em Anjo de Combate seu melhor filme em muito tempo. Tudo que ele oferece de previsível – você já viu esse futuro infernal várias vezes antes –, compensa com o que traz de cativante: a alegria com que é feito, o clima de ficção “jovem adulto”, os efeitos muitíssimo bem realizados e, acima de tudo, a atuação tão envolvente da atriz Rosa Salazar (a Brenda de Maze Runner), aqui transferida para a tela por meio da performance capture. Sem grande pretensão, e com bastante diversão.

Assista a seguir o video com a resenha:

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.