Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Cidades sem Fronteiras Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Mariana Barros
A cada mês, cinco milhões de pessoas trocam o campo pelo asfalto. Ao final do século seremos a única espécie totalmente urbana do planeta. Conheça aqui os desafios dessa histórica transformação.
Continua após publicidade

Santos lidera ranking das melhores cidades brasileiras; Duque de Caixas é a pior entre cem analisadas

Levantamento é da consultoria econômica Delta a partir do cruzamento de dados

Por Mariana Barros Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 30 jul 2020, 23h55 - Publicado em 8 dez 2015, 06h30
Santos, a melhor cidade do país, segundo ranking da consultoria Delta

Santos, a melhor cidade do país, segundo ranking da consultoria Delta

A empresa de consultoria econômica e financeira Delta divulgou hoje o BCI 100, o ranking das cem melhores cidades brasileiras. O levantamento combina a análise de áreas como educação, saúde, taxas de violência, qualidade dos domicílios, receitas e despesas per capita, desigualdade e eficiência da gestão. “O foco principal é, sem dúvida, as condições de vida local”, resume um trecho do estudo.

Santos aparece em primeiro, com Belo Horizonte e Jundiaí no segundo e terceiro lugares, respectivamente. O mesmo trio liderou o ranking do ano passado, o que consolida o resultado da pesquisa. Belo Horizonte e Curitiba são as únicas capitais a figurarem entre as dez melhores. Na outra ponta da lista, está a Duque de Caxias, a pior entre todas as analisadas, seguida pelas “menos piores” Belford Roxo e Porto Velho. As duas fluminenses também mantiveram a posição de 2014 (confira as demais colocações mais abaixo).

“Apesar dos ganhos na qualidade de vida da população brasileira, particularmente daquela residente em centros urbanos, ainda são observados desafios imensos na oferta de infra estrutura física e social, em especial, para a população mais carente. Neste início de século elas podem e devem ser utilizadas como instrumento para o desenvolvimento sustentável do país”, diz outro trecho do estudo.

A avaliação da Delta é a de que a seleção natural cunhada por Charles Darwin também se aplica às cidades. Sua capacidade de adaptação é determinante para seu desenvolvimento. Entre as medidas que a empresa considera benéficas estão a elaboração de planos municipais estratégicos, sólida estrutura de gestão, alianças como consórcios e parcerias público privadas (PPPs) e criação de políticas de incentivo.

Continua após a publicidade

Conheça abaixo as vinte melhores e as vinte piores cidades do país, de acordo com o ranking BCI 100:

AS MELHORES:

1º) Santos (SP)
2º) Belo Horizonte (MG)
3º) Jundiaí (SP)
4º) Blumenau (SC)
5º) Campinas (SP)
6º) Mogi das Cruzes
7º) São Bernardo do Campo (SP)
8º) Curitiba (PR)
9º) Santo André (SP)
10º) Mauá (SP)
11º) Florianópolis (SC)
12º) Bauru (SP)
13º) Uberlândia (MG)
14º) Rio de Janeiro (RJ)
15º) Porto Alegre (RS)
16º) Goiânia (GO)
17º) São Paulo (SP)
18º) Diadema (SP)
19º) Vitória (ES)
20º) Brasília (DF)

*

Duque de Caxias, a pior entre as cem analisadas

Duque de Caxias, a pior entre as cem analisadas

Continua após a publicidade

AS PIORES:

1º) Duque de Caxias (RJ)
2º) Belford Roxo (RJ)
3º) Porto Velho (RO)
4º) Ananindeua (PA)
5º) Várzea Grande (MT)
6º) Macapá (AP)
7º) Vitória da Conquista (BA)
8º) Maceió (AL)
9º) Caucaia (CE)
10º) Santarém (PA)
11º) Camaçari (BA)
12º) Caruaru (PE)
13º) Rio Branco (AC)
14º) Feira de Santana (BA)
15º) Ribeirão das Neves (MG)
16º) Ponta Grossa (PR)
17º) Gravataí (RS)
18º) Olinda (PE)
19º) Cariacica (ES)
20º) Manaus (AM)

*
O ranking é baseado em dados coletados em diversas fontes, como Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), ministérios das Comunicações, Fazenda, secretaria da Juventude, Conselho Nacional de Medicina e de Odontologia.

 

Por Mariana Barros

Continua após a publicidade

>> Acompanhe o Cidades sem Fronteiras no Facebook // Siga no Twitter// E no Instagram

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.