Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Augusto Nunes Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Por Coluna
Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Valentina de Botas: Como o resto da choldra, Marcelo Heitor só deve ter vergonha de perder uma eleição

VALENTINA DE BOTAS A matérias sobre Marcelo Heitor, em tudo límpida, cede todo o espaço para a indignação de qualquer pessoa minimamente decente. Que sujeito asqueroso no seu desprezo pela realidade dos mais pobres que sofrem no país piorado pela súcia que ele integra. Marcelo Heitor encarna do modo mais asqueroso a tal elite branca […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 01h49 - Publicado em 20 mar 2015, 17h45

VALENTINA DE BOTAS

A matérias sobre Marcelo Heitor, em tudo límpida, cede todo o espaço para a indignação de qualquer pessoa minimamente decente. Que sujeito asqueroso no seu desprezo pela realidade dos mais pobres que sofrem no país piorado pela súcia que ele integra. Marcelo Heitor encarna do modo mais asqueroso a tal elite branca acusada pelo esquerdismo troncho da cambada.

O que mais impressiona é a imaturidade cívica e a ausência de uma noção mínima do que é e para que serve a democracia evidenciadas na forma pessoal como a choldra encara as eleições: na derrota ou na vitória, a coisa é sempre pessoal, o que lança nova luz sobre a incurável lesão na egolatria do jeca por ter perdido duas vezes no primeiro turno para FHC; a ferida – que ferida não deveria ser – não é tratada, mas cultivada por todos em volta dele.

Continua após a publicidade

Nenhum dos leitores desta coluna ou qualquer outro cidadão enojado ou da “direitinha” concorreu com “dilminha”, apenas Aécio Neves foi o adversário dela. A derrota dele não se tornou pessoal nem para o próprio porque, ao contrário do jeca, além de Aécio ter jogado limpo, no minuto seguinte ao encerramento da apuração, o senador já não era mais candidato.

Quanto ao país que presta, a derrota foi coletiva. E daí que os dois milhões de manifestantes do 15 de março são pessoas que não votaram em Dilma? Ela teve 50 e tantos milhões de eleitores, mas nem meio por cento desse povaréu foi à rua nas manifestações do dia 13 a favor dessa coisa asquerosa que Marcelo Heitor encarna na euforia de fungador.

A maioria já deve ter vergonha ou remorso por haver votado em Dilma. Como o resto da choldra, Marcelo Heitor só deve ter vergonha de perder. Remorso? Não para quem a vitória garantiu o vidão entre uma fungada e outra. Deve ser um resfriado.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.