Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Rato que vive 7 vezes mais tem o genoma sequenciado

Aparentemente imune a câncer, o rato-toupeira-pelado chega aos 30 anos, enquanto roedores de seu porte têm a expectativa de vida de 4 anos

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 17h06 - Publicado em 8 jul 2011, 16h11

Pesquisadores sequenciaram o código genético do rato-toupeira-pelado, espécie que intriga cientistas por sua longevidade e resistência a doenças. O feito pode ajudar cientistas a entender porque este animal pode viver 30 anos, mais de 7 vezes a expectativa de vida de roedores de seu porte, e parece imune a uma série de patologias, em particular o câncer. Uma equipe da Universidade de Liverpool, na Inglaterra, liderou o projeto e publicou a primeira versão do genoma na internet para que outros pesquisadores possam acessar.

O biólogo português João Pedro de Magalhães, da Universidade de Liverpool, se interessou pelo animal quando descobriu sua longevidade de 30 anos. Outros pequenos roedores vivem cerca de 4 anos. O rato-toupeira-pelado é nativo dos desertos da África Oriental. Ao contrário da maioria dos roedores, esta espécie tem hábitos subterrâneos e suas longas e afiadas presas para cavar túneis, características que estão guardadas no DNA que acabou de ser sequenciado.

Uma das coisas que mais intriga os cientistas é que, após décadas de pesquisa ao redor do mundo, não há sequer um caso registrado de câncer entre os ratos-toupeira-pelado. Com o sequenciamento genético, os cientistas agora têm uma espécie de mapa que permitirá estudos mais sofisticados da espécie. É o primeiro passo para descobrir os segredos do rato-toupeira-pelado.

Publicidade