Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

“O espaço está mais acessível”, diz astronauta que pisou na Lua

Aos 85 anos, Charles Duke fala sobre a experiência — vivida por apenas 12 homens na história —, as naves da iniciativa privada e o absurdo do terraplanismo

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 22 ago 2021, 23h59 - Publicado em 21 ago 2021, 08h00
TURISMO - Charles Duke e o novo mercado: “É algo lucrativo que ajudará a Nasa” -
TURISMO - Charles Duke e o novo mercado: “É algo lucrativo que ajudará a Nasa” – Matthias Balk/p.A./Getty Images

Como vê a exploração espacial por companhias privadas? A SpaceX fez grandes progressos. O turismo espacial é uma realidade. É algo lucrativo que ajudará a Nasa. O empresário Elon Musk mantém uma excelente parceria com a agência, tanto que já transportou astronautas americanos até a Estação Espacial Internacional em foguetes privados.

Então concorda com o turismo espacial? Sim. Estou empolgado. Na Rússia, por 20 milhões de dólares, você viaja numa nave Soyuz até a estação espacial. Prevejo uma queda de preços. A SpaceX quer levar turistas até a órbita da Lua. O espaço está mais acessível.

Apenas doze pessoas pisaram na Lua. Todos homens. As novas missões serão mais diversas? Havia mulheres nos primeiros voos com ônibus espaciais. Nas missões Apollo, isso foi evitado, pois não sabíamos como o corpo feminino reagiria à viagem. Não foi discriminação. A Nasa está focada agora na missão Artemis, cujo objetivo é levar a primeira mulher à Lua.

O senhor virá a São Paulo para a exposição Space Adventure, com objetos usados nas missões Apollo. Como é rever esses itens? Empolgante. São mais de 300 objetos originais, de trajes a computadores de bordo, além de réplicas da cápsula Apollo e o módulo lunar. É uma visão completa da maior conquista da humanidade.

É verdade que o senhor deixou uma foto de sua família na Lua? Meus meninos eram pequenos e eu queria envolvê-los nessa aventura. Pedi permissão para a Nasa, claro. Atrás estava escrito: “Esta é a família de Charlie, uma pessoa da Terra que pousou na Lua em abril de 1972”. Mas sabia que duraria pouco. As temperaturas lá são extremas e há muita radiação. A imagem desbotou. As bandeiras americanas também já devem ter perdido a cor.

O que diz para quem acredita que a Terra é plana e duvida que o homem foi à Lua? Tente caminhar em direção à Estrela do Norte e veja onde vai dar. Eu pisei na Lua, vi a curvatura da Terra e tirei fotos dela. Sobre o homem na Lua, será que fingimos seis vezes? As evidências são avassaladoras. Fico louco com pessoas que duvidam disso.

A Nasa divulgou recentemente registros de óvnis. Acha que são aliens? Não. Mas o corpo humano não suportaria manobras naquela velocidade. Eu nunca vi algo do tipo enquanto voava, mas não duvido dos relatos de pilotos treinados. Fica o mistério.

Exposição Space Adventure
Endereço: Estacionamento do shopping Eldorado, Av. Rebouças, 3970. São Paulo.
De 26/08 a 26/10/2021
Ingressos: 35 reais (meia-entrada) e 70 reais (inteira).

Publicado em VEJA de 25 de agosto de 2021, edição nº 2752

Continua após a publicidade
Publicidade