Clique e assine com até 92% de desconto

Mais que melhor amigo do homem, cão pode ser nosso parceiro mais antigo

Pesquisa sugere que os caninos tenham se aproximado de nós cerca de 5 mil anos antes dos gatos

Por Sabrina Brito 30 out 2020, 15h39

Que o cachorro é o melhor amigo do homem, todos já sabemos. Agora, um novo estudo aponta a probabilidade de que ele seja também o nosso amigo mais antigo.

A pesquisa teve como base a análise do DNA de 27 fósseis de cachorros antigos de diversas culturas arqueológicas. Ao comparar esse material genético com o de cães modernos, a equipe constatou que a domesticação desses animais pode ter ocorrido há mais de 11 mil anos — antes de qualquer outra espécie adestrada pelo homem.

O estudo revelou ainda que algumas raças de cachorro, como o leão-da-rodésia e o chihuahua. ainda apresentam traços genéticos herdados de seus ancestrais indígenas de suas respectivas regiões. Os resultados indicam que todos os cães modernos vieram de uma população de lobos agora extinta ou de algumas populações muito proximamente relacionadas.

É importante salientar que grande parte dos animais com os quais convivemos tornaram-se bichos de estimação quando o homem tornou-se sedentário, há aproximadamente seis milênios. O gato, por exemplo, teria sido adestrado nessa época. Os cachorros, por outro lado, teriam se aproximado da espécie humana muito antes, ganhando a coroa de amigo mais velho da humanidade.

A pesquisa foi publicada hoje na revista científica Science.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade