Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Guardar segredos pode trazer bem-estar, diz estudo

Manter notícias ruins apenas para si tem implicações negativas, mas postergar o compartilhamento das boas novas pode te fazer se sentir energizado

Por Luiz Paulo Souza Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 13 nov 2023, 16h34 - Publicado em 13 nov 2023, 16h30

O ser humano é um animal social, conhecido por evoluir e se organizar, em partes, com base no compartilhamento de informações. Apesar disso, um estudo divulgado nesta segunda-feira, 13, revela que guardar segredos pode ser uma boa maneira de melhorar o bem-estar

O estudo, publicado no periódico científico Journal of Personality and Social Psychology, realizou diversos experimentos com 2500 indivíduos. Os resultados mostraram que pessoas que mantinham boas notícias para si ou que estavam aguardando para compartilhar com alguém reportavam se sentirem mais energizadas, o que geralmente está associado a se sentir bem.

A pesquisa também mostrou que as pessoas costumam guardar notícias boas apenas por desejo pessoal ou porque querem compartilhar num momento mais oportuno. Esse bem estar, no entanto, só é experimentado por pessoas que estão mantendo segredo propositalmente. Em contraste, aqueles que estavam impossibilitados, por uma razão externa, de compartilhar as boas notícias não reportaram se sentir tão energizados.

“As pessoas não medem esforços para orquestrar a revelação de um segredo positivo para torná-lo ainda mais emocionante. Este tipo de surpresa pode ser intensamente agradável, mas o momento da surpresa é o que passa mais rápido”, afirma Michael Slepian, professor na Universidade de Columbia e autor do artigo, em comunicado. “Ter tempo extra, alguns dias, semanas, ou até mais do que isso, para imaginar a alegre surpresa no rosto de outra pessoa nos permite mais tempo com este momento emocionante, mesmo que apenas em nossas próprias mentes.”

Continua após a publicidade

O mesmo não acontece com as más notícias. Enquanto a sensação de ter algo bom acontecendo privadamente ou a expectativa de compartilhar com alguém amado por trazer alegria, manter notícias ruins para si pode ser pesado e cansativo, com consequências negativas sobre a saúde mental, apontam pesquisas.

Aproveitar o máximo das boas novas, portanto, pode ser o caminho. “Embora os segredos negativos sejam muito mais comuns do que os segredos positivos, algumas das ocasiões mais alegres da vida começam como segredos, incluindo propostas secretas de casamento, gravidez, presentes surpresa e notícias emocionantes”, diz Slepian.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.