Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Estudo aponta que produção mundial de plástico aumentará 50% até 2025

Relatório revela ainda que embalagens de uso único compõem uma gorda fatia dos descartes do material

Por Sabrina Brito 3 dez 2020, 14h50

De acordo com um relatório produzido pela alemã Fundação Heinrich Böll, a Terra pode ter que enfrentar, até 2025, um aumento de 50% na produção de plástico. O levantamento, intitulado Atlas do Plástico, leva em consideração o consumo de plástico em itens diversos, de embalagens e garrafas até as recém-popularizadas máscaras descartáveis.

Levando em consideração os atuais níveis de produção do material (apenas o Brasil descarta mais de 11 milhões de toneladas por ano, segundo a WWF), um incremento desse tamanho é, no mínimo, preocupante. Além disso, é preciso considerar que grande parte dos resíduos plásticos não são corretamente descartados, sendo despejados nos mares, em aterros sanitários e em depósitos a céu aberto.

Anualmente, cerca de 400 milhões de toneladas de plástico são produzidas pelo mundo. Dentre elas, quase 160 vêm de embalagens de uso único, a exemplo de sacolas plásticas ou embalagens de determinados alimentos.

Vale apontar ainda que, durante a pandemia, a quantidade de plástico consumido pelo mundo aumentou significativamente, sobretudo graças ao descarte de máscaras e luvas e ao aumento do delivery de alimentos e do e-commerce. Em países como o Brasil, que reciclam apenas uma pequenina parcela do material (aqui, somente 1,28% do plástico é reciclado), o cenário torna-se ainda mais grave.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade