Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Estudo: Apenas 3% dos ecossistemas do mundo continuam intactos

Contudo, algumas regiões podem ser recuperadas, de acordo com os pesquisadores

Por Sabrina Brito 15 abr 2021, 12h57

Uma nova pesquisa indicou que somente 3% de toda a terra do mundo permanece ecologicamente intacta, com populações saudáveis de todos seus animais originais e habitats em boas condições. Grande parte dessas áreas preservadas se encontram nas florestas tropicais da Amazônia e do Congo, em florestas e tundras siberianas e canadenses e no deserto do Saara.

Por outro lado, há regiões do planeta sem nenhum ecossistema intacto. É o caso da Austrália, segundo o levantamento, que sofreu com a invasão de espécies como raposas, camelos e coelhos.

Mas há boas notícias: segundo o estudo, reintroduzir um número modesto de espécies-chave, como lobos e elefantes, em algumas regiões devastadas pode levar a uma restauração de até 20% do ecossistema local.

Os cientistas argumentam ainda que, embora possa parecer, em determinadas áreas, que a ação humana não teve um grande impacto sobre o ecossistema, a atividade do homem pode, sim, ter culminado no desaparecimento de espécies vitais para a região.

Continua após a publicidade
Publicidade