Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Dinheiro influencia em tomadas de decisões, aponta estudo

A pesquisa, publicada na revista ‘Science’, explorou os efeitos da recompensa monetária na confiança relativa a escolhas feitas pelos participantes

Por Sabrina Brito Atualizado em 30 Maio 2018, 16h56 - Publicado em 30 Maio 2018, 16h10

A vida é feita de decisões. Desde as mais banais, como a seleção entre os pratos disponíveis em um cardápio, até as mais complexas, como decidir em qual banco colocar as suas poupanças. Escolhas ocupam grande parte do nosso dia. Muitas variantes podem influenciar a firmeza que sentimos em relação a uma decisão feita. Um estudo liderado pelo neurocientista Maël Lebreton, da Universidade de Amsterdã, na Holanda, se propôs a investigar uma delas: o dinheiro.

A precisão da confiança que temos em nossas escolhas, respostas e ações pode ser muito importante. É por meio da qualidade das nossas atitudes e da segurança que sentimos em relação ao que fazemos que mostramos ao mundo quão confiáveis nós somos.

O trabalho buscou concretizar o impacto de recompensas em dinheiro na certeza que sentimos nesses momentos de escolha. Afinal, como incentivos monetários podem influenciar a precisão do sentimento de confiança de um indivíduo, sobretudo na hora de tomar decisões?

A pesquisa se baseou em uma tarefa na qual os participantes deveriam analisar um par de imagens, conhecidas como filtro de Gabor (pequenos círculos embaçados com listras pretas e brancas), em uma tela de computador, e selecionar aquela com o maior nível de contraste entre as duas. Então, era-lhes apresentado um valor em dinheiro. Em seguida, os pesquisadores pediam aos participantes que julgassem a probabilidade, em uma escala de 50 a 100%, de sua escolha entre as duas imagens estar correta. Caso estivessem certos, levariam para casa a quantia informada. O objetivo era avaliar como a perspectiva de ganhar dinheiro influenciaria a precisão da confiança que as pessoas sentiam em seu próprio julgamento.

A investigação científica descobriu que a perspectiva de ganhos monetários aumentou a frequência com a qual os participantes afirmavam ter confiança nas suas decisões. De forma simétrica, a pesquisa revelou também que a possibilidade de perdas de dinheiro causou uma diminuição no número de vezes em que as pessoas avaliadas relatavam ter certeza de suas escolhas. O trabalho foi publicado na prestigiada revista científica Science.

Os cientistas constataram que os indivíduos, de forma geral, tendem a estimar que eventos desejáveis (no caso do estudo, ganhar dinheiro) são mais prováveis do que os indesejáveis. Esse sentimento pode levar ao excesso de confiança, o que causa uma má calibragem da certeza que sentimos ao tomarmos decisões.

 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)