Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Datafolha: Problemas psicológicos afetam 44% dos brasileiros na pandemia

Quase todos os participantes afirmaram entender a importância de apoio durante situações como a depressão, mas nem todos desfrutaram desse benefício

Por Sabrina Brito Atualizado em 28 set 2021, 15h41 - Publicado em 28 set 2021, 15h39

Uma nova pesquisa do Datafolha, realizada em agosto, revelou que pouco mais de quatro em cada dez brasileiros tiveram sintomas de ansiedade ou depressão durante a pandemia. O levantamento contou com a participação de 2 055 pessoas em 129 municípios de todas a região do país.

Os mais afetados foram as mulheres (53%), jovens entre 16 e 24 anos (56%), indivíduos economicamente ativos (48%), pessoas com alta escolaridade (57%) e aqueles sem filhos (51%). Além disso, 28% apontaram que tiveram diagnóstico de depressão ou outra doença relacionada à saúde mental durante a pandemia de Covid-19, enquanto 46% afirmaram que algum familiar ou amigos próximos tiveram depressão nesse período.

O estudo faz parte da campanha “Bem Me Quer, Bem Me Quero: O diálogo sobre depressão e ansiedade pode salvar vidas”, realizada pela Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos e pela Viatris, empresa global de saúde, para o Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio.

Outra conclusão do levantamento foi a de que a conscientização dos brasileiros sobre a depressão não é suficiente. Um em cada dez entrevistados afirmou que não soube agir diante de um conhecido deprimido. A dificuldade de lidar com a situação é ainda maior entre homens e indivíduos que não são economicamente ativos.

A pesquisa indicou também que, entre aqueles que passaram por ansiedade ou depressão durante a pandemia, 14% não tinha ninguém para dar suporte, embora 96% concordassem que a rede de apoio favorece a recuperação.

Continua após a publicidade
Publicidade