Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Cientistas chineses se inspiram em abelhas para dar forma a aviões

Design baseado na estrutura do abdômen da abelha reduziria a resistência aerodinâmica e o consumo de combustível da aeronave

Por agência EFE 25 mar 2018, 12h41

Uma equipe de cientistas chineses está desenhando um novo protótipo de avião inspirado no funcionamento do corpo das abelhas que reduziria o consumo de combustível, informou neste domingo a agência estatal de notícias Xinhua. “Nós nos inspiramos na estrutura do abdômen da abelha, que permite que ela se flexione livremente e controle a direção do voo”, o autor do projeto, Hu Guotun, da China Academy of Launch Vehicle Technology (Calt).

Sobre a base da estrutura flexível do abdômen da abelha, os cientistas da Calt desenharam um cone frontal para o avião que muda em diferentes etapas de voo. Esta estrutura “proporciona uma forma eficiente para que os veículos aeroespaciais reduzam a resistência aerodinâmica e economizem combustível, o que é de grande importância para o mercado aeroespacial comercial”, disse Hu.

Segundo o cientista, os aviões viajam através da atmosfera ao espaço para retornar à atmosfera e no processo de reentrada a aeronave utilizará seu próprio deslizamento inercial durante um período de tempo. Pela simulação, foi descoberto que o cone pode reduzir a resistência aerodinâmica em mais de 20%.

Publicidade