Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Astronomia: observatórios realizam atividades online e presenciais

Visitas interrompidas durante a pandemia começam a retornar de maneira gradual

Por Luiz Paulo Souza Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
28 out 2023, 08h00

O Observatório Nacional (ON), no Rio de Janeiro, fará a transmissão ao vivo, em seu canal do YouTube, do eclipse lunar que ocorre neste sábado, 28. O evento faz parte do programa “O Céu em sua Casa”, que une astrônomos amadores e profissionais para falar sobre ciência de uma maneira descontraída. 

Atividade de observação do eclipse anular do sol
Atividade de observação do eclipse anular do sol (Observatório Nacional/Divulgação)

As edições do projeto não são realizadas com uma regularidade específica, mas isso não impediu sua popularização no mês de outubro. No último dia 14, a transmissão, que superou as 2 milhões de visualizações, permitiu que pessoas ao redor do mundo pudessem presenciar o tão esperado eclipse anular do sol.

O Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA) também tem um evento online para popularizar a ciência dos céus noturnos. Mensalmente, em uma noite próxima ao período de lua crescente, as transmissões dos Sábados Crescentes, no Facebook, reúnem entusiastas leigos e profissionais para falar sobre um tema atual da astronomia. 

Atividades presenciais

O Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), também no Rio de Janeiro, é um dos melhores lugares para quem quer se reunir presencialmente com outros apreciadores do céu noturno. Além das exposições, abertas ao público durante toda a semana, exceto aos domingos, o MAST realiza observações utilizando um telescópio portátil nos primeiro e terceiro sábados do mês. Também no primeiro sábado, é possível visitar um planetário inflável que simula o céu noturno. 

O Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, da Universidade de São Paulo (IAG/USP), também realiza atividades presenciais. Uma vez ao mês o Astronomia para Todos abre as portas do departamento para o público, com uma palestra proferida por um dos professores do Instituto sobre um tema dessa área do conhecimento. 

Em Minas Gerais, as observações podem ser feitas no Observatório de Astronomia e Física Espacial da Universidade do Vale do Paraíba (Univap), que fica aberto para visitação às quartas-feiras, das 19h às 21h30. 

No final de setembro, o LNA voltou a permitir visitas. Durante a pandemia, o Observatório Pico dos Dias, em Minas Gerais – o maior em território nacional – ficou fechado para o público, mas o evento Portas Abertas OPD marcou a reabertura. Nos próximos meses o observatório de divulgação, as visitas escolares e a participação em feiras também deverão retornar. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.