Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vale retoma atividades de terminal em Mangaratiba

Empreendimento foi suspenso pela prefeitura por falta de licenças ambientais

A Vale anunciou na noite de quinta-feira 31 que obteve decisão favorável para restabelecer as atividades no Terminal da Ilha Guaíba, em Mangaratiba, na Costa Verde fluminense. O terminal teve suas atividades suspensas na manhã de quinta, em virtude de uma interdição da prefeitura, que alegava não terem sido apresentadas licenças ambientais. O TIG apresentou todas as licenças ambientais válidas, e a prefeitura decidiu cancelar a ordem de interdição.

A prefeitura também havia determinado uma multa de 20 milhões de reais à Vale. O terminal está localizado na parte Leste da Baía da Ilha Grande, voltada para a barra de entrada e bem no início da Baía de Sepetiba, dentro dos limites do município de Mangaratiba. Construído em 1973, o terminal recebe cerca de 40 milhões toneladas por ano de minério de ferro, que chegam por vagões e passam pelo transbordo no terminal, e depois são levados por navios ao Porto de Sepetiba para exportação.

Segundo a prefeitura, a Secretaria de Meio Ambiente solicitou da empresa as licenças ambientais no dia 18 de dezembro de 2018, mas a Vale teria respondido que “as atividades de terminal marítimo no finger pier, que recebe navios e o transporte de passageiros (funcionários), estavam corretas, já que não há necessidade de licenciamento”.

Também nesta quinta-feira, a Vale informa que foi notificada do bloqueio de mais 800 milhões de reais pela Justiça Trabalhista. No total, a companhia tem 12,6 bilhões de reais bloqueados pela Justiça em razão do desastre em Brumadinho.

(com Agência Brasil e Estadão Conteúdo)