Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Homem de 56 anos é a segunda vítima identificada de desabamento de prédio

Laudo foi elaborado por peritos a partir de restos mortais encontrados na última quarta-feira, durante buscas nos escombros

Por Da Redação Atualizado em 11 Maio 2018, 19h07 - Publicado em 11 Maio 2018, 17h57

O Instituto Médico-Legal (IML) e o Instituto de Criminalística da Polícia Científica de São Paulo identificaram a segunda vítima do colapso do Edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu, centro da capital paulista. Trata-se de Francisco Lemos Dantas, de 56 anos, que estava entre os desaparecidos procurados.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os restos mortais de Lemos estavam entre o material coletado nos escombros pelo Corpo de Bombeiros na última quarta-feira (9). Francisco é a segunda vítima conhecida do episódio: a primeira foi Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro, que caiu junto com o prédio durante a tentativa de resgate.

A previsão é de que os trabalhos no local continuem até o próximo domingo, segundo os bombeiros. Com a identificação de Francisco, são seis os ainda desaparecidos buscados nos destroços do edifício. Foi encontrado mais um foco de restos mortais nesta sexta-feira. O material recolhido foi encaminhado ao IML para exames.

Desaparecido

Nesta sexta-feira, o camelô Arthur Hector de Paula, de 45 anos, registrado como desaparecido e possível vítima no desabamento, se apresentou no 3º Distrito Policial (Campos Elíseos). Ele conta que estava no prédio, mas saiu minutos antes para tomar uma cerveja com um conhecido.

  • Na segunda-feira, os bombeiros chegaram a confirmar oficialmente as buscas pelo camelô, que passou a ser considerado o sexto desaparecido. Parentes registraram na segunda um boletim de ocorrência para informar o desaparecimento do homem. Ele foi localizado em Minas Gerais.

    “Quando voltei, o prédio tinha caído. Fiquei uma semana lá no acampamento, não sabia que a minha família estava me procurando”, disse Arthur. Ele contou que viajou para Belo Horizonte na terça-feira, quando soube que o pai havia tido um AVC.

    (Com Estadão Conteúdo)

    Continua após a publicidade
    Publicidade