Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Repatriados mostram recepção e quartos que ficarão durante quarentena

Nas redes sociais, brasileiros que voltaram da China por epidemia de coronavírus compartilharam presentes de boas-vindas e fotos dos alojamentos em Anápolis

Por Julia Braun Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
9 fev 2020, 15h15

As 34 pessoas que foram repatriadas de Wuhan, epicentro da epidemia de coronavírus na China, desembarcaram no Brasil neste domingo, 9, e já se instalaram na Base Aérea de Anápolis onde cumprirão uma quarentena de dezoito dias. Pelas redes sociais, alguns dos brasileiros resgatados compartilharam momentos da longa viagem de volta e da recepção que os aguardava em Goiás.

As aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) que participaram da operação desembarcaram em Anápolis entre 6h06 e 6h12 deste domingo. Ao se alojaram em seus quartos, todos identificados nas portas com uma placa com o nome de cada hóspede, os brasileiros foram recebidos com presentes de boas-vindas que incluíram lanches, cartas e brinquedos para as crianças.

Nas redes sociais, muitos se surpreenderam com as lembranças e agradeceram a FAB e o governo brasileiro e de Goiás pela recepção. Alguns também compartilharam fotos dos alojamentos e da base aérea.

Um dos brasileiros compartilhou foto do seu quarto na Base Aérea de Anápolis (Instagram/Reprodução)

Entre o grupo de 34 repatriados há 27 brasileiros e quatro familiares chineses. Os tripulantes da aeronave que fez o resgate e três diplomatas brasileiros que, por ordem de Pequim, tiveram de acompanhar o voo, também ficarão em quarentena.

Continua após a publicidade
Repatriados compartilharam foto das instalações da Base Aérea de Anápolis nas redes sociais (Instagram/Reprodução)

Uma equipe médica fez a medição da temperatura dos passageiros ao longo da viagem, sem a apresentação de nenhuma alteração atípica. Por medida de precaução, todos vieram com máscaras e separados entre as poltronas para evitar uma eventual propagação do vírus.

Os repatriados terão acesso a biblioteca, filmoteca, brinquedoteca, atividades culturais, apresentação de bandas, jogos e videogames. Diariamente, o grupo será alimentado seis vezes: café da manhã, colação, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia.

A hospedagem em quartos individuais também contará com “facilidades” como internet, TV a cabo, frigobar, ventilador, telefone, lavanderia, copa 24h, máquina de gelo, geladeira e help desk.

Na parte dos serviços médicos serão três monitoramentos diários em relação aos sintomas da doença, além de apoio psicológico e pedagógico. Haverá ainda atendimento religioso, emergência odontológica, primeiros socorros e nutricionista.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.