Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PM desocupa Reitoria da USP e detém 70 estudantes

Os alunos que ocupavam o prédio foram levados em ônibus ao 91º DP, serão fichados e podem responder a processo por depredação de patrimônio público

A Polícia Militar completou, por volta das 7h20 desta terça-feira, a reintegração de posse do prédio da Reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Zona Oeste da capital. A operação, que teve a participação de homens da Tropa de Choque da PM e de membros da Cavalaria, terminou com 70 estudantes detidos – 46 homens e 24 mulheres.

Os baderneiros foram encaminhados ao 91º DP, no Jaguaré, em ônibus escoltados por agentes da polícia. Os policiais seguem no câmpus para acompanhar uma pequena manifestação de estudantes que ocorre próxima à Reitoria.

Todos os estudantes foram revistados dentro do prédio e serão fichados na delegacia pela Polícia Civil, podendo responder por depredação do patrimônio público e resistência. A saída foi feita com um aluno por vez, para evitar tumulto. A ação de reintegração teve início às 5h10.

Dois helicópteros Águia sobrevoaram a região e 400 policiais da Tropa de Choque realizaram o cerco por terra. Um grupo de estudantes realizou protesto, com palavras de ordem contra ação da PM, em frente ao prédio. Dois estudantes tentaram furar o bloqueio feito pelos PMs. Um deles foi detido.

O efetivo empregado pela corporação, segundo o comando no local, foi necessário para garantir a integridade física de todos. “Esse efetivo foi deslocado para a universidade justamente para que tudo ocorresse pacificamente”, afirmou a coronel Maria Aparecida de Carvalho. Eram pelo menos 100 estudantes, entre os que saíram logo com a invasão da PM e os que ficaram retidos no prédio pelos policiais.

Os estudantes ocuparam o prédio da Reitoria no último dia 2, em protesto contra a ação da PM no câmpus. Toda a confusão começou após a detenção de dois alunos que foram pegos pela polícia fumando maconha.

(com Agência Estado)