Clique e assine a partir de 8,90/mês

Planalto exonera assessor de Temer preso em operação da PF

Tadeu Filippelli (PMDB), ex-vice-governador do Distrito Federal, foi preso nesta terça na Operação Panatenaico acusado de receber propina em obra de estádio

Por Da redação - Atualizado em 23 Maio 2017, 14h14 - Publicado em 23 Maio 2017, 12h48

O assessor do presidente Michel Temer e ex-vice-governador do Distrito Federal Tadeu Filippelli (PMDB) será exonerado do cargo que ocupava no Palácio do Planalto. Segundo a assessoria da Presidência da República, a demissão será encaminhada ao Diário Oficial da União (DOU) ainda nesta terça-feira.

Filippelli foi preso nesta manhã pela Polícia Federal (PF) na Operação Panatenaico, que investiga um suposto esquema de corrupção que desviou dinheiro da obra de reforma do estádio Mané Garrincha, em Brasília, para a Copa do Mundo. Além dele, os ex-governadores do DF Agnelo Queiroz (PT) e José Roberto Arruda (PR) também foram presos.

Publicidade