Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PF desmonta quadrilha de tráfico internacional que agia em SP e RJ

Deflagrada nesta quarta-feira, a operação Katitula visa desmantelar organização criminosa que abastecia favelas com drogas trazidas do Paraguai

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, em conjunto com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e com o Ministério Público Federal, uma operação para combater uma quadrilha internacional de tráfico de drogas que atuava nos Estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. A organização criminosa colocava no Brasil drogas trazidas do Paraguai. De acordo com as investigações, o proprietário de um lava jato em Barra Mansa, munícipio do Rio de Janeiro, era o intermediário da quadrilha, que abastecia favelas do Rio e de São Paulo.

Batizada Katitula, a operação tem o apoio de 250 policiais federais, 30 policiais militares e do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) que cumprem 65 mandados de prisão preventiva e 51 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal e Estadual de Volta Redonda e Justiça Estadual de Barra Mansa.

LEIA TAMBÉM:

Um brasileiro é assassinado a cada nove minutos

Os mandados estão sendo cumpridos nos municípios de Barra do Piraí, Volta Redonda, Barra Mansa, Resende, na capital, Duque de Caxias, Angra dos Reis e Itatiaia e em São Paulo, nos munícipios de São José dos Campos, Pindamonhangaba, Taubaté e Tremembé.

Ainda de acordo com a PF, a investigação apontou a prática de outros crimes, além do tráfico de drogas: “extorsão, extorsão mediante sequestro, corrupção ativa e passiva, adulteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, falsificação, formação de quadrilha, associação para o tráfico de drogas, comércio ilegal de arma de fogo e lavagem de dinheiro”. Alguns dos investigados já estão presos por crimes anteriores e tiveram nova prisão decretada pela Justiça.

(Da redação)