Clique e assine a partir de 8,90/mês

Pai atropela e mata filho acidentalmente no RS

Homem não percebeu a presença da criança, de um 1 ano e 10 meses, enquanto manobrava o carro em um lava-jato em São Leopoldo

Por Bruno Abbud - 18 out 2011, 12h00

O proprietário de um lava-rápido em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, atropelou o próprio filho, de 1 ano e 10 meses, na tarde desta segunda-feira. A criança, que teve a cabeça atingida pela roda de um Kia Soul, foi encaminhada às pressas para o pronto-socorro do Hospital Centenário, onde chegou morta.

O homem, identificado pela polícia como Marcos, mora e trabalha numa garagem destinada à lavagem de carros na Avenida Presidente Roosevelt, uma via central do município gaúcho. Ao manobrar o carro de um cliente, o pai não percebeu que o filho, aproveitando o calor que fazia na cidade para brincar perto da água das mangueiras, estava atrás do veículo.

O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia de São Leopoldo. O delegado Marco Antônio Duarte Souza, responsável pelas investigações, ouviu, até agora, o avô e o bisavô do menino. “Estou preservando o luto do pai e da família”, disse Souza. Segundo ele, o avô e o bisavô do garoto confirmaram em depoimento que a criança brincava no interior do lava-rápido e que a movimentação de veículos é intensa no local.

Alguns moradores, segundo o delegado, acusam o pai de negligência. “É aquilo: se o pai deixa o filho em casa, é ausente. Se leva para o trabalho, é negligente”. Souza informou que não deve indiciar o pai da criança. “Se for confirmado que foi realmente um acidente, vou concluir o inquérito em trinta dias e encaminhá-lo ao Ministério Público sem o indiciamento”, afirmou Souza. “Estou vislumbrando o perdão judicial para esse caso”.

Leia também:

Menino morre atropelado pelo pai em Montes Claros-MG

Bebê engatinha até a rua e morre atropelado

Continua após a publicidade
Publicidade