Clique e assine a partir de 8,90/mês

Óleo chega à Praia dos Carneiros, joia turística de Pernambuco

Desastre ambiental já atingiu aproximadamente 180 praias numa extensão de 2.100 quilômetros da costa nordestina

Por Da Redação - Atualizado em 18 out 2019, 21h02 - Publicado em 18 out 2019, 15h00

As manchas de óleo que se espalharam pelo litoral da Região Nordeste atingiram nesta sexta-feira, 18, a Praia dos Carneiros, um dos principais pontos turísticos da costa pernambucana. A Prefeitura de Tamandaré convocou um mutirão para tentar proteger o local. Voluntários estão limpando a areia com o auxílio de tratores e caminhões.

O governo de Pernambuco trabalha com a possibilidade que as manchas de óleo atinjam a praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, durante o final de semana. Um levantamento feito pelo Ibama aponta que 180 praias foram afetadas pelo desastre ambiental. Segundo o Ministério Público Federal, o óleo se espalhou por uma extensão de 2.100 quilômetros na costa dos nove estados nordestinos.

Pontos turísticos importantes da região foram atingidos na quinta-feira 17. Na Baía de Todos-os-Santos, na Bahia, as manchas de óleo foram vistas em quatro praias procuradas por banhistas: Jaburu, Barra do Pote, Barra Grande e Tairu. Em Alagoas, o desastre afetou as piscinas naturais de Maragogi e Japaratinga.

O Instituto Brasileiro de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) informou que doze unidades de conservação federal foram afetadas pelas manchas de óleo. Entre elas estão os parques nacionais de Jericoacoara (CE) e dos Lençóis Maranhenses (MA). Também estão nesta contagem áreas de proteção como a Costa dos Corais (PE), os manguezais da Foz do Rio Mamanguape (PB) e as reservas de Santa Isabel (SE) e Prainha Canto Verde (CE).

Um estudo encomendado pela Marinha à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) apontou que o vazamento de óleo pode ter ocorrido em uma área entre 600 a 700 quilômetros da costa, na altura dos estados de Sergipe e Alagoas.

Segundo o Ibama, 29 animais já foram afetados. Duas aves foram encontradas mortas, e uma foi resgatada com vida. Entre as tartarugas marinhas, 26 foram encontradas, mas quinze morreram. Em acréscimo, 486 filhotes das espécies foram capturados preventivamente, como forma de protegê-las da poluição.

Continua após a publicidade
Publicidade