Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

‘O índio hoje não é um problema de polícia’, diz Sergio Moro

Ministro descarta volta da Funai para o Ministério da Justiça e defende acampamento na Esplanada

Por Hugo Marques Atualizado em 24 abr 2019, 15h19 - Publicado em 24 abr 2019, 11h26

Mais de 1.000 Índios de todo o país estão desde a manhã desta quarta-feira, 24, acampados no canteiro central da Esplanada dos Ministérios e já montaram centenas de barracas de lona, onde ficam até quinta. Eles protestam contra algumas medidas do governo de Jair Bolsonaro, como a transferência do Ministério da Justiça para o Ministério da Agricultura e a extinção de conselhos que tinham a participação de representantes dos índios.

Por volta das 9 horas, o ministro Sergio Moro parou em frente ao protesto para discursar para policiais militares que participam da Operação Tiradentes. O ministro Moro descartou a volta da Funai para o Ministério da Justiça. “Essa é uma decisão do governo federal, está no Congresso. No fundo, foi uma decisão tomada, acho uma decisão correta”, disse Moro.

Índios acampados na frente do Congresso Veja/VEJA

“O índio hoje não é um problema de polícia. O índio precisa de assistência principalmente para desenvolvimento de oportunidades econômicas e para manter as suas tradições”, afirmou o ministro. Ele defendeu a permanência dos índios na Esplanada: “O que existe são manifestações públicas, legítimas do índio, como qualquer cidadão”. Moro fez selfies com os policiais, mas não foi ao local onde os índios estão acampados, a 50 metros de onde discursou.

A PM de Brasília não esperava que algumas barracas fossem montadas nas proximidades do Congresso. Na negociação, ficou acertado que as barracas seriam montadas a 4 quilômetros da Esplanada. A Polícia Militar do DF fechou a frente do Congresso com duzentas viaturas e 538 policiais militares. Ao todo, a PM mobilizou 1.800 policiais para eventuais conflitos. O governo também mobilizou homens da Força Nacional, que estão de prontidão. Segundo a PM, o grande número de policias é parte da Operação Tiradentes, que integra polícias de todo o país.

Manifestação de índios na Esplanada veja/VEJA
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)