Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Minha relação com Alckmin é indivisível, diz Doria

Durante evento do PSDB em Barueri, o prefeito de São Paulo voltou a afirmar que não será candidato em 2018

Por Da Redação 24 jun 2017, 15h46

O prefeito de São Paulo, João Doria, voltou a afirmar neste sábado (24/06) que não será candidato em 2018 e que sua relação com o governador do Estado, Geraldo Alckmin, presidenciável tucano , é “indivisível”. “Não sou candidato a nada, a governador, a presidente, sou candidato a ser um bom prefeito”, disse ele durante evento em Barueri, região metropolitana de São Paulo.

“Minha relação com Geraldo Alckmin é indivisível. Ninguém nos separa, ninguém nos arranha, ninguém nos racha, é uma amizade de 37 anos”, afirmou o prefeito de São Paulo, destacando que esta relação não foi forjada na política e na vida pública e sim no dia-a-dia.

Doria afirmou ainda que o PSDB não faz defesa do governo de Michel Temer, mas uma defesa do Brasil. Apesar da crise política, o prefeito afirmou que a democracia está de pé no país. “Temos que defender o país, temos que proteger o país.” Neste momento ele voltou a falar do PT, ressaltando que o partido é o inimigo do Brasil.

O prefeito disse que foi o PT, e os ex-presidentes pelo partido, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, que o motivaram a “sair da zona de conforto como empresário” e entrar na política, se candidatando para prefeito da capital. “Eles quase arrasaram o país”.

Doria afirmou ainda que o PSDB não faz defesa do governo de Michel Temer, mas uma defesa do Brasil. Apesar da crise política, o prefeito afirmou que a democracia está de pé no país. Neste momento ele voltou a falar do PT, ressaltando que o partido é o inimigo do Brasil.

Dória participou em Barueri do seminário Região Metropolitana de São Paulo, organizado pelo Instituto Teotônio Vilela e que reuniu prefeitos de cidades como Mogi das Cruzes, além de lideranças do PSDB.

(com Estadão Conteúdo)

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)